• Quatro fatores-chave para uma cadeia de suprimento bem sucedida

Workers managing the conveyor belt in a packaging facility, industrial automation, machine control, original equipment manufacturer.

Na conferência da Association for Manufacturing Excellence em Toronto, em outubro de 2013, Michael Rackley, chefe de soluções para cadeias de superimentos da Ryder Systems, falou sobre as crescentes demandas por parte dos fabricantes e dos consumidores sobre cadeias de suprimentos. Rackley identificou nove importantes tendências que afetam as cadeias de suprimento atualmente:

1. Prazos de entrega cada vez mais curtos ("A rapidez vale mais do que dinheiro hoje em dia", disse ele.)
2. Impacto do acesso on-line e móvel às informações
3. Aceleração da mídia social
4. Maior suscetibilidade a desastres naturais
5. Perturbação política e descontrole monetário
6. Ciclos de vida mais curtos para os produtos (Ele comentou que a Apple tinha tido sete novos modelos de iPhone desde 2007.)
7. Entrega mais rápida
8. Mais concorrentes com custo inferior
9. Acionistas exigentes

"Temos que operar de forma ainda mais eficiente do que nunca. O que isto tem a ver com a cadeia de suprimento? Nossos prazos de entrega de 12 a 14 semanas precisam reduzir muito", disse Rackley. "A rapidez está impulsionando a cadeia de suprimento. Os clientes estão definindo o alvo que temos que acertar acertar e a velocidade com que temos de acertar ".

O fator chave para bater essas novas metas, disse Rackley, é o trabalho conjunto. "Temos que criar uma nova rede, uma rede multi-camadas de pessoas trabalhando em conjunto, em vez de pessoas criando planos para a cadeia de suprimento", disse ele.

A cadeia de suprimento impulsionada pela demanda, disse Rackley, "tem que ser em torno do cliente e do consumidor. Temos que ouvir o cliente. Agora temos que administrar o suprimento de acordo com a puxada do cliente."

Ele comentou também sobre as mudanças no relacionamento entre vendas e produção. "A fabricação, a distribuição e vendas precisam trabalhar juntas", disse ele. “"Todos precisam ter visibilidade da demanda do consumidor real. Eles precisam saber, o que os consumidores estão realmente comprando?

A dinâmica de tal sistema muda, de um processo linear para um sistema radial, como em uma roda de bicicleta. "Em uma rede multi-camadas, o consumidor está, na verdade, no centro, e as fábricas, OEMs, distribuidores, fabricantes Nível 1 e Nível 2 ao redor deles", disse ele. "A visibilidade é o fator chave. A parte mais difícil é montar a rede, mas você tem que montar uma rede multi-camadas e, e em seguida, obter tal visibilidade ". Onde esse sistema já ocorreu, disse Rackley, as empresas viram um aumento nas vendas, redução de 5% a 10% nas despesas operacionais e, entre 20% a 30% de redução nos custos do estoque.

Ele mencionou os quatro principais ingredientes de um sistema bem-sucedido:

Projeto de produto/pacote

Rackley mencionou o exemplo de duas grades frontais diferentes para um veículo — uma com o logotipo V6 e outra sem. Ao fazer esse logotipo como um peça de encaixe, vez de uma mudança moldada, permitiu que produzissem uma grade apenas e reduziram o estoque.

Rede

"Você precisa olhar para as áreas de melhor custo e não simplesmente para as áreas de baixo custo", acrscentou ele. Ao produzir os produtos e peças acabadas de forma localizada, os prazos de entrega podem ser reduzidos, o que pode compensar eventuais diferenças de preços de um fornecedor de menor custo com custos de transporte mais elevados ou prazos mais longos para a entrega.

Visibilidade e trabalho conjunto

Rackley comentou sobre os fabricante que reexaminaram seu sistema logístico para suprimentos de entrada. O fabricante criou um centro de distribuição de materiais estrategicamente localizado para apoiar a fábrica de montagem, com o centro de materiais direcionando as peças de forma sequencial para cada linha de montagem. "Ele levam as peças para o lugar certo na hora certa", disse Rackley. "Operar em sequência é muito importante. Isto dá visibilidade a todo o material que entra."

Fabricação enxuta

Isso inclui não apenas trabalhar internamente, mas com todas as partes da base de fornecedores. "Você precisa levá-la para fora das quatro paredes (da fábrica) e fazer isto na cadeia de suprimento interia", finalizou Rackley.

PLEx_Logo_Color_TM

Powered by ContentStream®